Maria Cândida Pires

Maria Cândida Pires - Agrupamento de Escolas D. António Ferreira Gomes, Penafiel

 

 

APRESENTAÇÃO  

 

 

Resumo da comunicação

Educação e Saúde: Estratégia didática diferenciadora

 

A desenvolver a sua atividade profissional em Penafiel, a docente acredita que a área curricular- Ciências Naturais é uma das áreas de eleição dos alunos. A satisfação da curiosidade, a emoção na descoberta, as aulas práticas, de campo ou laboratoriais… são algumas das razões para esta afirmação. É extremamente estimulador ver a saída cheia de satisfação dos nossos alunos no término de mais um momento de descoberta e construção de conhecimento.

Advogar em favor da saúde de todos é dever de qualquer docente, nomeadamente dos docentes de Ciências Naturais. Este “trunfo” indispensável à vida humana não passa exclusivamente pela responsabilidade de organismos de saúde pública, mas também pelas instituições educativas que “moldam” o adulto de amanhã para a felicidade do próprio e dos outros. As próprias orientações curriculares do Ministério da Educação, para os diferentes níveis de ensino, apontam claramente para um trabalho continuado neste sentido. Educar para a saúde passa por dotar os alunos de competências que os auxiliem a tomar decisões e a atuar de modo a promover a saúde de todos. Neste âmbito nada melhor do que aproximar os profissionais de saúde dos alunos, abrindo as portas do espaço de ensino para a participação do bombeiro ou da enfermeira partilhando assim, neste processo, o seu conhecimento e o seu saber fazer. Tendo em conta a necessidade de objetivar uma nova abordagem através de uma estratégia didática condizente com a realidade atual, a docente depara-se com a pretensão de despertar não só o interesse do aluno em si, mas também a necessidade de esclarecer dúvidas comuns neste período da adolescência, fase repleta de curiosidades que podem e são minimizadas com estas e outras estratégias de ensino inovadoras.