Ana Sofia Carvalho

Ana Sofia Coelho de Carvalho  - Unidade Local de Saúde do Nordeste – Unidade de Cuidados na Comunidade – Equipa de Saúde Escolar

Enfermeira a exercer funções em Cuidados de Saúde Primários na Unidade de Cuidados na Comunidade de Bragança – Unidade Local de Saúde do Nordeste. Gestora da comunidade escolar no âmbito do Programa Nacional de Saúde Escolar, Gestora do projeto Saúde Escolar no Agrupamento de Escolas Miguel Torga; Coordenadora do Núcleo de Apoio a Crianças e Jovens em Risco de Bragança, Integra a Equipa de Cuidados Continuados Integrados, participa ativamente na promoção e capacitação para a saúde no âmbito comunitário, formadora em diferentes projetos de intervenção e promoção da saúde. Formadora Certificada pelo CCPFC

Doutoranda em Investigación Aplicada a las Ciencias Sanitarias, da Universidade de León, Espanha.

Mestrado em Enfermagem de Saúde Pública - Escola Superior de Saúde – Instituto Politécnico de Bragança

Pós-Licenciatura de Especialização em Enfermagem Comunitária - Escola Superior de Saúde – Instituto Politécnico de Bragança

Licenciatura em Enfermagem - Escola Superior de Enfermagem de Bissaya Barreto – Coimbra

 

APRESENTAÇÃO    

 

Resumo da comunicação

Projeto Lancheira Saudável

 

Projeto Lancheira Saudável, projeto de promoção e capacitação para escolhas promotoras da saúde, dirigido à comunidade escolar de pré-escolar e 1ºciclo do Agrupamento de Escolas Miguel Torga, Bragança. Visa capacitar as crianças para escolhas saudáveis das merendas escolares; promover a sustentabilidade ambiental e alimentar, reduzir o consumo de alimentos processados e aumentar o consumo de alimentos saudáveis. Projeto implementado desde 2015, abrangendo uma média anual de 260 alunos, dinamizado através de estratégias dinâmicas e envolvimento ativo da comunidade escolar. A efetivação do projeto centra-se na avaliação nutricional e aporte calórico dos lanches escolares e workshops de sensibilização e capacitação para escolhas de merendas saudáveis, adaptados a crianças, docentes, assistentes operacionais e encarregados de educação /famílias. Como resultados observados salientamos a evolução positiva na qualidade nutricional dos lanches escolares, aumento de 3,5 vezes a classificação de lanche saudável/adequado, diminuição para 1/3 a classificação de lanches completamente desadequados, maior sensibilidade das crianças para necessidade de lanche saudável.