Fernanda Vicente

Fernanda Monteiro Vicente é natural de Barrô, concelho de Resende, distrito de Viseu. Licenciou-se em Línguas e Literaturas Clássicas e Portuguesa na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. Concluída a Licenciatura, estagiou na Escola Secundária D. Dinis, na cidade conimbricense. Em 2003, concluiu o Mestrado em Línguas e Literaturas Clássicas e Portuguesa, tendo sido o seu trabalho reconhecido com a atribuição, em 2005, do Prémio Doutora Maria Helena da Rocha Pereira, instituído pela Fundação Engenheiro António de Almeida.

Na qualidade de bolseira da Fundação para a Ciência e Tecnologia, doutorou-se em Literatura, em 2011 no Departamento de Línguas e Culturas da Universidade de Aveiro. Tem exercido ainda funções de formadora acreditada pelo CCPFC desde 2007.

Desempenha funções docentes no Agrupamento de Escolas de Macedo de Cavaleiros, no grupo 300, desde há alguns anos.  Neste agrupamento, tem coordenado diversos projetos, em colaboração com a BE e com o Clube Europeu, nomeadamente o projeto Erasmus+, Ação-Chave KA2, MDD. Tem integrado também as equipas que dinamizam projetos KA2 no agrupamento onde leciona. No tangente à formação profissional, destacam-se as formações que tem realizado, desde 2013, em vários países estrangeiros, no âmbito da Ação-chave KA 1. A participação em Projetos eTwinning, mereceu-lhe a atribuição de uma menção honrosa em 2015.

 

 

 

APRESENTAÇÃO  

 

Resumo

O projeto MOVERE, DOCERE, DELECTARE through Reading propõe como mote a tríade usada por Cícero e Aristóteles. Estes são os termos que sintetizam as metas do ato de ler: persuadir, ensinar e deleitar. Tendo tido início como um projeto eTwinning baseado na ideia de que a leitura e as TIC constituem uma díade que permite promover e desenvolver as competências dos discentes, alargar os seus horizontes e construir pontes culturais entre @s alun@s de diferentes países, o MDD foi o ponto de partida para a conceção de um projeto Erasmus + submetido pela Roménia à Agência Nacional daquele país. Uma equipa perseverante de seis países desenvolveu uma estratégia assente em objetivos dependentes da leitura, envolvendo alunos de diversos ciclos e idades. Partindo de um questionário de hábitos de leitura permitiu averiguar as necessidades das organizações envolvidas e ter resultados objetivos antes do início das atividades realizadas no âmbito do projeto.

 

O MDD centra-se na promoção das capacidades básicas, da criatividade, das competências culturais e tecnológicas, tendo em vista cinco objetivos: o envolvimento de mais de 600 estudantes desde o 1.º ciclo até ao secundário em cerca de vinte atividades comuns de leitura, escrita, oralidade, com recurso a ferramentas TIC em contextos formais e não formais de aprendizagem, em cooperação com 100 professores, desenvolvendo ações de voluntariado, adquirindo uma consciência Europeia, colaborando e cooperando; as competências de leitura e escrita melhoraram significativamente, uma vez que os alunos produziram artigos quer na sua língua nativa quer em inglês para integrarem no Jornal do projeto; atividades específicas foram desenvolvidas com alunos NEE dos países parceiros de modo a garantir a sua inclusão e o combate À discriminação; os professores fizeram cursos de formação para desenvolverem métodos e estratégias para abordar a leitura, além de terem conhecido o funcionamento dos sistemas educativos dos seus parceiros.